jusbrasil.com.br
24 de Novembro de 2020
    Adicione tópicos

    Suspeito e advogados sustentam tese de suicídio, no DHPP do Recife

    Publicado por G1 - Globo.com
    há 8 anos

    Durou cerca de três horas e meia o depoimento de Jailson Melo, 53 anos, sargento reformado da Polícia Militar de Pernambuco e ex-segurança do empresário Sérgio Falcão, cuja morte está sendo investigada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Tido como suspeito pela polícia, Melo chegou à sede do DHPP acompanhado por dois advogados e, em depoimento, sustentou a tese de suicídio.

    "Foi suicídio, meu cliente não cometeu nenhum crime. Ele foi chamado por Sérgio Falcão, para vir armado ao apartamento. Lá, Sérgio abriu o notebook sobre uma mesinha de centro, para mostrar um site de armamentos. Quando o meu cliente se abaixou, a pistola aparece na cintura dele, Sérgio Falcão pegou e ...

    Ver notícia na íntegra em G1 - Globo.com

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)