jusbrasil.com.br
24 de Novembro de 2020
    Adicione tópicos

    Fux e Celso de Mello retiram mais de 1,3 mil falas do acórdão do mensalão

    Fux cortou o que disse em debates, como frase sobre 'lavagem deslavada'. Celso de Mello suprimiu 805 falas, mas deixou diversas intervenções.

    Publicado por G1 - Globo.com
    há 8 anos

    Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux e Celso de Mello suprimiram diversos trechos de suas falas em plenário durante o julgamento do processo do mensalão, conforme mostra o acórdão publicado nesta segunda-feira (22), documento que detalha as decisões tomadas. Juntos, os dois magistrados suprimiram mais de 1,3 mil falas.

    A íntegra do acórdão, que tem 8.405 páginas, inclui debates e votos dos 11 ministros que participaram do julgamento, que condenou 25 e absolveu 12 pessoas ( relembre as decisões tomadas). O acórdão oficializa o início da contagem de prazos para os condenados apresentarem recursos. Eles terão entre esta terça (23) e o dia 2 de maio.

    Todos os ministros puderam revisar seus votos escritos e a transcrição dos debates realizados durante o julgamento. É permitido que eles retirem o que não queiram manter. O que não está no acórdão não pode ser considerado como fato oficial do julgamento.

    Ao G1, o gabinete do ministro Luiz Fux informou que retirou das notas o que estava repetido nos votos do magistrado.

    "O ministro Luiz Fux informa que o cancelamento das nota...

    Ver notícia na íntegra em G1 - Globo.com

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)