jusbrasil.com.br
21 de Setembro de 2019
    Adicione tópicos

    Promotora aponta irregularidades em leitos psiquiátricos do litoral de SP

    Promotora afirma que vagas são para dependentes químicos da Capital. Estado diz que pacientes podem ser internados em outras regiões.

    Publicado por G1 - Globo.com
    há 6 anos

    O Ministério Público Estadual, por meio de uma promotora de Itanhaém , no interior de São Paulo, comprovou que parte dos leitos psiquiátricos que deveriam ser utilizados por pacientes da região da Baixada Santista e do Vale do Ribeira seriam reservadas somente para atender pessoas encaminhadas pelo Centro de Atendimento ao Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod) da capital paulista. Desta forma, o critério de urgência e emergência não estava sendo cumprido pelo Governo do Estado e os pacientes do litoral e interior não estavam podendo ser internados.

    A suspeita surgiu em março deste ano quando a promotora Erika Pucci, de Itanhaém, foi informada que um paciente da cidade estaria em estado gravíssimo. O município enviou uma solicitação de leito para internação psiquiátrica ao Governo do Estado e o paciente já estava há 20 dias aguardando a vaga no Pronto Socorro. O paciente chegou a ficar amarrado por causa do estado crítico. A promotora requisitou uma vaga administrativamente, mas mesmo assim, a vaga não saiu. "É uma complexidade tal, que quem fornece é o Estado. Mesmo com esse quadro gravíssimo, a vaga não saiu", disse ela.

    Durante esse período, a promotora recebeu outra informação que começou a esclarecer a situação."A notícia que chegou informalmente, por meio até de familiares de pacientes, e depois, confirmados por funcionários da coordenação de psiquiatria do município, é que não haveria previsão para essa vaga ser cedida porque havia uma determinação do governo do Estado no sentido de que os leitos que forem vagando vão sendo ...

    Ver notícia na íntegra em G1 - Globo.com

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)