jusbrasil.com.br
28 de Outubro de 2020
    Adicione tópicos

    Fundador da Maranata deixa presídio e está em prisão domiciliar no ES

    Gedelti Gueiros recebeu benefício por ter mais de 80 anos. Ele não poderá se reunir com outros pastores ou sair da Grande Vitória.

    Publicado por G1 - Globo.com
    há 7 anos

    O pastor Gedelti Gueiros, fundador e ex-presidente da Igreja Cristã Maranata (ICM), teve a prisão convertida em domiciliar. Ele deixou o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Viana, nesta terça-feira (25), e foi para casa, no bairro Praia da Costa, em Vila Velha. O benefício foi concedido, com restrições, por ele ter mais de 80 anos.

    Gedelti Gueiros foi detido em casa, na segunda-feira (24), por decisão judicial. A Justiça acatou a denúncia do Ministério Público do Espírito Santo (MP-ES) e mandou prender 10 integrantes da Igreja Maranata. De acordo com o promotor de Justiça Paulo Panaro, os membros denunciados e afastados continuavam participando da administração e praticando crimes como estelionato de forma indireta.

    O advogado Fabrício Campos, que faz a defesa de Gedelti, informou que entrou com o ...

    Ver notícia na íntegra em G1 - Globo.com

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)