jusbrasil.com.br
6 de Abril de 2020
    Adicione tópicos

    Novo julgamento do mensalão vai atrasar o cumprimento das penas

    Além de atrasar o cumprimento de penas, com a aceitação dos novos recursos, alguns condenados podem conseguir mudança no regime de prisão - saindo do fechado para semiaberto, por exemplo.

    Publicado por G1 - Globo.com
    há 7 anos

    Ao fim da sessão do Supremo, advogados de condenados no mensalão que terão direito a um novo julgamento comentaram o resultado.

    Logo depois da decisão, os advogados falaram sobre a nova chance de defesa dos réus.

    Carlos Alberto Toron descreveu a reação do deputado petista João Paulo Cunha.

    "O deputado João Paulo Cunha ficou extremamente feliz, contente. Porque vai poder ser rediscutido pelo menos em parte a sua condenação", declarou o advogado.

    O advogado do ex-ministro José Dirceu disse que o Supremo reafirmou o direito dos condenados de questionar as penas.

    "Eu acho que a decisão, é importante dizer, não é apenas de um ministro do Supremo Tribunal Federal. Essa decisão é da maioria do plenário ...

    Ver notícia na íntegra em G1 - Globo.com

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)